Deus, o que Você está esperando?

Sou abençoada por poder ir à Adoração todos os dias durante meu horário de almoço, já que meu escritório fica na rua da minha igreja. Iniciei esse hábito no verão passado, quando eu estava fazendo algumas mudanças bastante significativas na minha vida e muitas vezes sentia-me dominada por esses desenvolvimentos. Minha igreja, juntamente com o Santíssimo Sacramento, foi minha fuga – meu descanso do mundo – e agora já é há cerca de um ano e meio.

Recentemente, comecei a perceber algo sobre o meu tempo gasto na Adoração: sempre estou ouvindo os passos. Todos os dias, eu reivindico o mesmo banco na frente. E enquanto eu estou de joelhos conversando com Deus, meus ouvidos se animam quando noto o som da abertura da porta de trás, enquanto escuto o som de sapatos no chão de mármore. E, às vezes, me permito olhar para trás.

Naturalmente, é quase sempre uma pessoa idosa, ou uma mãe com seus filhos. Não mais me desaponto quando este é o caso, mas há uma parte de mim que espera que os passos parem no meu banco; que finalmente me encontre cara a cara com o homem que Deus preparou para mim.

I know that this is about as realistic of a dream as a unicorn entering the church, but I can’t stop myself from hoping that my husband and I will find each other one of these days. Honestly, I can’t even count the number of novenas I’ve said, the number of rosaries and Masses I’ve offered, for God to put that person in my life.

Quando nos sentimos fortemente chamados a uma determinada vocação, isso pode nos consumir completamente. É particularmente desafiador ser chamado para a vida conjugal, porque até você encontrar essa pessoa, pode parecer que tudo o que você pode fazer no meio tempo é esperar. Provavelmente, a espera é uma das coisas mais difíceis que sempre teremos que fazer, porque quando realmente queremos algo, é natural querer ser pró-ativo para obter essa coisa ou alcançar esse objetivo.

A questão sobre esperar nossos futuros cônjuges é que, ao invés de confiar em nossas próprias forças para obter o amor que desejamos, estamos completamente dependentes do plano de Deus para nossas vidas durante esse período de preparação. Claro, existem passos que podemos e devemos tomar para encontrar nossos futuros cônjuges se o casamento é a vocação a que nos sentimos chamados – é importante nos colocar lá fora; para fazer bons amigos que nos afirmam na fé; para fazer as coisas que amamos agora a fim de construir o reino de Deus, e alcançar nosso pleno potencial como Seus filhos ou filhas. Ainda assim, o encontro com nossos futuros cônjuges está totalmente de mãos de Deus e, finalmente, é uma gigantesca prova de fé.

Em nossa sociedade, frequentemente parece que há uma escassez de fiéis jovens católicos. A piscina em que estamos à procura de nossos futuros maridos ou esposas é tão pequena, que muitas vezes me pergunto: tenho mesmo a chance de encontrá-lo? Às vezes, eu me pergunto se minhas muitas orações por essa intenção são ouvidas mesmo, porque parece que eu estive esperando e procurando para sempre, quando na realidade, foi apenas um curto período de tempo. Penso que um ponto importante para lembrar, porém, é que, ao longo da história, Deus recompensou ricamente as pessoas que esperaram o Seu tempo. Quando estamos prestes a desistir, apenas quando chegamos ao nosso ponto de ruptura, Deus nos concede o que desejamos. Ele conhece e ouve todos os desejos em nossos corações, pois Ele é aquele que colocou todos esses desejos lá.

Se Deus está fazendo você esperar pelo amor que está ansiando, saiba que é provavelmente necessário por razões que você ainda não pode entender. Quando ficar sozinho for algo esmagador e cansativo, volte-se para Jesus e para a Santíssima Virgem, e peça-lhes que te equipem com as graças que você precisa para esse estado de vida. Se você ainda está procurando a pessoa certa, é porque Deus ainda não terminou os planos que Ele tem para você como um homem ou mulher solteira!

Vou provavelmente continuar a ouvir esses passos na Adoração, mas farei isso com o conhecimento de que Deus tem um plano para mim e que é muito maior e melhor do que qualquer coisa que eu possa imaginar para mim.

[O tradutor pede, cordialmente, uma Ave Maria em intercessão por sua vocação.]

_____________________

Lindsey Todd se formou na West Chester University em 2016 com um B.A. em inglês, e atualmente trabalha como escritora técnica para a Mars, Inc. No seu tempo livre, ela gosta de escrever, cantar, brincar com seu cachorro, ler e exercitar. Ela também ama arte, moda e profundas discussões políticas e teológicas. Ela tem uma devoção especial ao Santíssimo Sacramento e um amor especial pelo Santo Papa João Paulo II. Lindsey é apaixonada por compartilhar a beleza do amor puro com os outros, particularmente como uma escritora católica e como uma líder de retiro para jovens mulheres. Ela atualmente reside em Bucks County, Pensilvânia, com sua família.

1 Comment

  1. incrível ! é exatamente isso que vivo e sinto constantemente, obrigado pelo belo texto

    By julia isabel silva nonato | 2 years ago Reply

Leave a Reply